Login do usuário

Esqueceu sua senha?
Recuperar senha
Não se cadastrou?
Cadastre-se já!

Quem está online

No momento há 0 usuários e 7 visitantes online.

Buscar

INSS começa a divulgar extrato de aposentadorias com reajuste

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começou a disponibilizar os extratos dos benefícios com o reajuste anual para consulta de aposentados e pensionistas. Embora o órgão ainda processe a folha de pagamento referente a janeiro, cujo pagamento começa no próximo dia 25, alguns beneficiários já estão com os extratos disponíveis.
O INSS ainda definiu o dia em que vai liberar os extratos de todos os beneficiários, geralmente divulgados no final de cada mês, então é possível que nem todos consigam visualizar a consulta. No entanto, como os dados são imputados aos poucos no sistema, alguns cidadãos já podem realizar a consulta, de acordo com alguns extratos que a Folha de SP teve acesso.
Os extratos – que detalham descontos relativos ao Imposto de Renda e a eventuais empréstimos consignados – disponíveis podem ser visualizados no site e no aplicativo Meu INSS (Android e iOS).
Segundo o INSS, 36 milhões de beneficiários, 23.463.947 recebem o salário mínimo (R$ 1.212) e 12.110.325 ganham acima do piso nacional. Com o reajuste de 10,16% baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o novo teto do INSS é de R$ 7.087.
Quem ganha o mínimo recebe o pagamento entre 25 de janeiro e 7 de fevereiro. Beneficiários acima do piso são pagos entre 1 e 7 de fevereiro. Para saber a data exata do pagamento é preciso consultar o penúltimo algarismo do número do benefício do INSS – o último antes do dígito pós-hífen.
Como entender o extrato do INSS
– Valor total de mr (mensalidade reajustada) do período: valor do benefício com reajuste anual sem os descontos;
– Consignação empréstimo bancário: se houver, trata-se de desconto de empréstimo que é descontado diretamente na fonte de pagamento;
– Abatimento a beneficiário maior de 65 anos: beneficiários acima desta idade possuem cota extra de isenção do Imposto de Renda;
– Imposto de Renda retido na fonte: desconto de IR, se houver 
 
(Agência Brasil/Folhapress)