Login do usuário

Esqueceu sua senha?
Recuperar senha
Não se cadastrou?
Cadastre-se já!

Quem está online

No momento há 0 usuários e 13 visitantes online.

Buscar

Vivest: Covid-19 - Aumento de casos e novas recomendações sobre isolamento

Um número crescente de pessoas tem contraído Covid-19 ou gripe (H3N2) nas últimas semanas. Em caso de suspeita para essas doenças, as medidas de isolamento, recomendadas desde o início da pandemia do coronavírus, são essenciais para a contenção da propagação desses vírus e de possível sobrecarga no sistema de saúde do país.
De acordo com recomendação do Ministério da Saúde atualizada recentemente, o isolamento para pessoas com casos leves e moderados de Covid-19 foi reduzido de dez para sete dias.
Por isso, caso tenha sintomas como tosse, dor de garganta ou coriza, seguido ou não de perda do olfato, perda do paladar, diarreia, dor abdominal, febre, calafrios, dor muscular, fadiga e/ou cefaleia, entre em contato com o serviço de telemedicina do seu plano de saúde.
No entanto, se houver recorrência de febre, sensação de cansaço e falta de ar, recomenda-se que o atendimento seja realizado em ambiente hospitalar, no pronto-socorro.
Já no caso da cepa H3N2 do vírus da gripe, o período de incubação (período este em que a pessoa está infectada mas ainda sem qualquer manifestação da doença) varia de três a cinco dias, podendo transmitir o vírus até 14 dias no caso das crianças e de até sete dias, nos adultos. Por isso, a recomendação é que as pessoas se mantenham isoladas por esses períodos.
Falta de testes e espera maior na telemedicina - Devido a este cenário, hospitais e laboratórios já informam sobre a falta de insumos para os testes de Covid-19 e Influenza (detecção de H3N2), e por essa razão, os testes estão sendo reservados neste momento aos casos moderados e graves.
Também por causa do aumento dos casos, está havendo um tempo de espera maior nos serviços de atendimento por telemedicina.