Login do usuário

Esqueceu sua senha?
Recuperar senha
Não se cadastrou?
Cadastre-se já!

Quem está online

No momento há 1 usuário e 7 visitantes online.

Usuários online

  • alfredo simoes de olive...

Buscar

Funcesp anuncia novas regras do programa Auxílio-medicamento; elas já estão valendo
em

Para efetuar uma compra com subsídio, o participante deverá apresentar a receita, que poderá estar previamente digitalizada por ele, no APP da Funcional.
 
Atenção: A digitalização via APP não é obrigatória, basta o participante realizar a compra em uma loja que digitalize. 
No portal da Funcional, quando pesquisamos a rede credenciada de farmácias, podemos identificar se a farmácia tem scaner.
 
Link da Funcional para o participante fazer o login e buscar as farmácias credenciadas e medicamentos:
 
O número do cartão é a matricula do participante com os 14 digitos e, em seguida, basta inserir o número do CPF.

As mudanças foram realizadas para garantir a sustentabilidade do programa e manter o benefício de forma justa para todos os participantes e a Funcesp preparou uma lista com as principais dúvidas  e respostas sobre o assunto. Confira: 

Quais as principais mudanças?
A tabela que define o subsídio ao medicamento passa a variar de acordo com a renda dos usuários. Se, por um lado, alguns usuários de renda maior agora têm descontos menores, por outro, os beneficiários com renda menor, que antes tinham desconto de 35%, passam a ter subsídio de 40% em todos os medicamentos. Outros, que tinham direito a 30%, passam a ter 35%.
 
Confira a nova tabela:
(Clique na tabela para ampliar)
 
 
O subsídio para medicamentos de doenças crônicas foi mantido?
Sim, mas foi modificado. Esse subsídio, que tinha um percentual fixo de 40%, também passa a variar de acordo com a renda mensal dos beneficiários. Essa medida foi tomada para garantir que pessoas com renda mais baixa possam ter descontos maiores em todos os medicamentos e não apenas naqueles destinados a doenças crônicas.
 
Para garantir a sustentabilidade do benefício, é fundamental utilizá-lo de maneira consciente. Muitos medicamentos para doenças crônicas são cobertos com descontos significativos por programas do governo. Por isso, é importante pesquisar na farmácia se o medicamento que você usa já é coberto por um programa governamental.
 
Vai ter mudança na operacionalização do programa de auxilio-medicamento? 
Sim. A empresa que passa a operacionalizar o benefício é a Funcional Health, que tem convênio com mais de 25 mil farmácias e drogarias em todo o país (clique aqui para encontrar a mais próxima de você). 
 
Ainda posso pedir reembolso de medicamentos?
A partir de agora, apenas nas cidades onde não houver farmácia credenciada pode ser feita a solicitação de reembolso. De qualquer maneira, o objetivo é providenciarmos o credenciamento nessas cidades também. 
 
O que muda no valor do meu plano de saúde?
O auxílio-medicamento não tem qualquer relação com as mensalidades do plano de saúde. Ele é proveniente de um fundo formado por recursos obtidos da parceria que a Funcesp tem com algumas empresas para oferta de seguros e prestação de serviços bancários aos participantes, como emissão de boletos, processamento da folha de pagamentos dos aposentados, entre outros. São os recursos desse fundo que subsidiam o programa de benefícios aos participantes, que inclui auxílio-medicamento, fornecimento de órteses e próteses e o apoio a incapacidades.
 
Como faço para utilizar o novo auxílio-medicamento?
Para utilizar o benefício, é necessário baixar no seu celular o aplicativo da Funcional Health. Neste aplicativo, você deve digitalizar a receita médica para apresentá-la em qualquer farmácia da rede credenciada, junto com o cartão Funcesp. Algumas farmácias também podem realizar a digitalização da receita.
 
Para baixar o aplicativo, você deve acessar o Play Store (Android) ou App Store (IOS) e procurar por Funcional Health.
 
A Funcesp elaborou um manual de utilização do auxílio-medicamento com o passo a passo da digitalização de sua receita, além de outras informações que o ajudarão a aproveitar
o auxílio-medicamento da melhor maneira possível. Confira aqui.