Login do usuário

Esqueceu sua senha?
Recuperar senha
Não se cadastrou?
Cadastre-se já!

Quem está online

No momento há 0 usuários e 9 visitantes online.

Buscar

Medicamentos de alto custo

A prestação deste serviço pertence à Secretaria Estadual da Saúde que fornece medicamentos de alto custo (dispensação excepcional) que são geralmente de uso contínuo, usados nos casos de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), doença mental, doenças crônico-degenerativas, como câncer, esclerose, lúpus, artrite, Parkinson, Alzheimer, doenças de Chron, hepatite B e C, endometriose, retocolite, talassemia, diabetes, insípidus, asma, mioma, colesterol, osteoporose. Para doença mental o paciente deverá portar receita específica.

 
Onde são encontrados?
Os medicamentos são encontrados nas farmácias de Alto Custo da Secretaria Estadual da Saúde de S. Paulo (Portaria nº 2577/GM de 27de outubro de 2006) nos endereços abaixo:
GRANDE SÃO PAULO
Farmácia de medicamento
Especializado - FME
Departamento Regional de
Saúde e Área de abrangência
Endereço Telefone
Vila Mariana Atendimento aos pacientes da UNIFESP Rua Domingos de Moraes, 1947 – CEP 04009-003 – SP (11) 5081-7304
Franco da Rocha Franco da Rocha + Municípios entorno Av. dos Coqueiros, s/nº Centro CEP 7800-000 Cj Hospitalar Juquery (11) 4449-5111 Ramal 526
Guarulhos
Guarulhos
Av. Emílio Ribas, 1.126 Gopouva 
CEP 07020-010
(11) 2408-588
(11) 2408-5883
HC – USP Atendimento aos pacientes do HCFMUSP Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar – no prédio dos Ambulatórios do HCFMUSP (11) 3069-7172
Hospital Regional Sul
Atendimento aos pacientes de Saúde Mental do Hospital Regional Sul Av. Adolfo Pinheiro, 122 – Santo Amaro CEP 04744-000 – no ambulatório do Hospital Regional Sul
(11) 5521-0593
(11) 5521-0062
Hospital do Servidor Público Estadual – HSPE
Atendimento aos pacientes do HSPE R. Pedro de Toledo, 1800 – Térreo CEP 04039-034 - SP
(11) 5088-8450
(11) 5088-8665
(11) 5088-8474
(11) 5088-8424
Mogi das Cruzes Mogi das Cruzes + Município entorno Av. Francisco Rodrigues Filho, 143 – Mogilar CEP08773-380 (11) 4790-1122
Osasco
Osasco + Municípios entorno
Temporariamente na sede da DRS I
R. Cons. Crispiniano, 20 – 1º andar – Centro SP – atendimento indireto aos pacientes, via municípios
(11) 3017-2056
Maria Zélia
DRS I Capital R. Jequitinhonha, 360 Belenzinho – Setor 7 CEP 03021-040 – SP no AME Maria Zélia
(11) 3583-1900
(11) 3583-1838
Várzea do Carmo DRS I Capital R. Leopoldo Miguez, 327 – Cambuci – Portão 6 CEP 01518-020 SP no AMA Várzea do Carmo (11) 3555-0155
Santo André
DRS I Santo André + Municípios entorno
R. Doutor Henrique Calderazzo, 321 
CEP 09190-610 Santo André no Hospital Estadual Mário Covas
(11) 4994-5433
Ramal 181
(11) 4994-5433
Ramal 151
(11) 4473-1925
COMO PROCEDER PARA ADQUIRIR OS MEDICAMENTOS DE ALTO CUSTO?
 
1- Apresente o cartão do SUS – Para conseguir basta levar a uma UBS, o documento de identidade e um comprovante de residência. O cartão será feito na hora.
 
2- Apresente uma cópia do documento de identidade – para todos efeitos, leve também o exemplar original junto com a cópia simples.
 
3- Apresente o laudo médico preenchido. O laudo médico para solicitação, avaliação e autorização de medicamentos do componente especializado da Assistência Farmacêutica (medicação de alto custo) geralmente é preenchido pelo próprio médico. Caso ele não forneça, peça o formulário em uma unidade de saúde e volte ao consultório para ele preencher o laudo, detalhar os aspectos da doença do paciente e do tratamento, de modo a deixar clara a necessidade do uso de medicamento. Nesse relatório, o médico deve mencionar o código da doença na Classificação Internacional de Doenças e indicar seu número de cadastro no Conselho Regional de Medicina, assinar e carimbar o seu nome completo. Leve uma cópia junto ao original.
 
4- O laudo médico não exclui a necessidade da apresentação da receita médica, que deve ser anexada aos demais documentos, nela o médico deve mencionar o nome do remédio com seu princípio ativo e o nome genérico, a quantidade necessária a ser usada por dia, semana ou mês e a indicação de comprimidos, frascos ou refis. A receita é válida por 30 dias, leve uma cópia simples também.
 
5- Apresente uma cópia do comprovante de residência. É mais seguro levar a unidade de saúde o exemplar original junto a uma cópia simples.
 
6- Vá a uma das unidades responsáveis pelos remédios de alto custo. Informe-se na unidade de saúde onde você passou por consulta, pode ser do SUS ou médico particular.
 
7- Peça cópia do protocolo do pedido. Ao fazer o pedido, peça uma cópia do protocolo, isso fará diferença se você não receber o medicamento.